Home » Saúde » JEJUM INTERMITENTE, SIM OU NÃO?

JEJUM INTERMITENTE, SIM OU NÃO?

Muito tem se falado sobre jejum intermitente, eu mesma já escrevi algumas vezes a respeito.
E aí, será que é a forma mais eficaz para o emagrecimento?
09
E a resposta é: DEPENDE. Existem várias estratégias efetivas no processo de emagrecimento saudável, e o jejum está entre elas.
O jejum intermitente pode aumentar em até 30% a produção de GH, hormônio que aumenta a taxa de lipólise e reduz a degradação de proteínas (ajuda a queimar gordura, preservando a massa muscular). Ele aumenta a biogênese mitocondrial e melhora a neuroplasticidade (benefícios para geração de energia e para o cérebro). Portanto cientificamente tem comprovação e benefícios, mas não é a única alternativa, nem é indicado para todo mundo. O jejum aumenta de forma aguda os níveis de cortisol, mais estudos são necessários para avaliar estes parâmetros.
Por exemplo, indivíduos que sentem muita fome pela manhã, pode ser mais interessante, incluir sim o café da manhã, priorizando boas fontes proteicas e muitos antioxidantes. A estratégia de incluir um café da manhã equilibrado, pode garantir maior disposição e saciedade ao longo do dia. Muitas vezes, em pessoas com Síndrome Metabólica, desequilibrados, pular o café da manhã pode piorar o quadro de compulsão e de resistência insulínica.
Procure por um nutricionista para te ajudar no planejamento alimentar e identificar qual a melhor estratégia nutricional, conforme seu objetivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *